Blog
04 jul Ganhe força e resistência no pilates Sem Comentários
pulsar

Saiu na Revista Runner’s do mês de junho, a matéria da fisioterapeuta Tatiana Capoani, sobre os benefícios do pilates para corredores. Para quem não teve a chance de ler, disponibilizamos para vocês aqui o texto na íntegra!

“O método é um grande aliado para quem quer melhorar a performance e evitar lesões”

Para correr bem, não basta calçar um par de tênis e sair correndo por aí. Além de seguir os treinos à risca, há ótimos aliados para melhorar a sua performance ou para você se cansar e até se machucar menos. O pilates é um deles.

Muitos corredores aderiram ao método, criado pelo alemão Joseph Pilates na década de 1920, por que perceberam que estabelecer estratégias motoras adequadas é um ótimo caminho para o sucesso nas pistas. O pilates atende desde corredores lesionados até atletas de alto nível, passando por quem anda com dificuldades para decolar na planilha de treinos. As aulas podem ser tranquilas, ou muito intensas, depende dos objetivos e das necessidades de cada corredor. Depois das primeiras aulas, já é possível perceber mudanças na dinâmica da corida e passar a usar músculos que até então não eram solicitados, como os glúteos. E isso faz toda diferença!

Os exercícios de pilates envolvem o corpo todo, assim como a corrida, que é uma sequência de saltos em que você precisa se impulsionar repetidamente para frente e para cima, contra a gravidade, por muitos quilômetros. Para isso, além de pernas fortes, é preciso ter costas, abdominais e pélvis fortes e flexíveis no ponto certo.

Pense que seus músculos formam um time de vôlei – se apenas um jogador pegar todas as bolas, ele vai se cansar demais e pode acabar se machucando e perdendo o jogo. É preciso um trabalho em equipe afinado para fazer pontos. Assim funciona o nosso corpo, cada músculo tem que executar seu papel de modo correto, para você correr mais e melhor. O problema é que a maioria dos corredores utiliza poucos músculos para executar todas as fases da corrida e, consequentemente, convive com dores e lesões, tendo um desempenho ruim. O pilates faz o cérebro acordar esses músculos e usá-los de modo mais eficiente. Você otimiza a energia, diminui a chance de sofrer lesões e tem mais prazer a cada passada.

Muitos corredores procuram as aulas quando já estão lesionados. E o pilates pode de fato ser um ótimo tratamento. Mas ele também é prevenção. A força e a estabilidade que o método garante aos músculos do centro do corpo (core) – abdominais, dorsais e glúteos – são vitais para a sustentação da coluna e a coordenação durante a corrida. Quando forte, o core garante apoio para o diafragma se expandir e da um bom upgrade na oxigenação e na resistência, além de melhorar a postura e aliviar a sobrecarga articular. O “pulo do gato” é que o pilates trabalha todos esses músculos ao mesmo tempo e em todos os exercícios.

Preparar o corpo para correr bem é tão importante quanto cumprir os treinos da sua planilha. Não deixe para amanhã o pilates que você pode começar hoje.


Mais
28 nov Programa de Corrida Sem Comentários
pro-corrida

Correr, Suar, Sorrir, Repetir

Encare o Desafio, Acumule Km e Conquiste sua Camiseta.


Mais
Contato
R. Fábia, 381 - Vila Romana
São Paulo - SP CEP:05051-030

Tel.: (11) 96222-6472

E-mail: contato@pulsarpilates.com.br

Newsletter
Cadastrar       Descadastrar